sábado, 31 de dezembro de 2016

Reflexão de fim de Ano

E cá estamos meus amigos, no último dia de 2016... deixo-vos um momento deste ano, um momento em muitos, que foi tão especial...mas gostei muito desta foto porque representa (além de uma viagem especial) a minha Vida....um caminho cheio de peças de cor diferente, tamanhos e formas que são todos os meus amiguinhos. As pessoas importantes da minha Vida :) e eu, a minha pessoa única e com quem tenho de viver todos os dias, sorrindo no meio de vocês.
Este ano foi um ano intenso...em vários aspectos. Intenso em momentos felizes e momentos de dúvida, em momentos deliciosos e em momentos de pôr o dedo nas feridas. Mas foi tudo necessário e diria mesmo essencial. Este ano não foi um ano neutro, sem dúvida. Foi um ano de viver nos extremos positivos e negativos. Cometi erros, tropecei, esqueci-me de coisas que não deveria ter esquecido, aprendi muitas outras coisas novas, filosofei imenso, esperneei, dancei & dancei feliz, sorri muito, abracei muito. Vivi momentos de União mágicos. Viajei em volta do Sol e da Lua e aprendi sobre as constelações das estrelas. Viajei muito dentro de mim, além-fronteiras e aprendi coisas sobre mim surpreendentes. Encerrei capítulos, abri novos, reaprendi o gosto de escrever sozinha e espero apesar das imperfeições ter deixado boas memórias com todos vocês, nos vossos livros da Vida.
Sou grata por todos estes dias de 2016 e por todos vocês que estiveram de alguma forma presentes! Agora conto com vocês na próxima caminhada que se avizinha...com as vossas formas, cores, tamanhos, arestas e Vidas....eu cá estarei...sorrindo para vocês ao bater da meia-noite Carolina

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

A simplicidade das coisas

Na simplicidade das coisas encontramos a paz interior... por mais que as situações e as pessoas nos pareçam equações quadráticas complexas com solução quase impossível...se procurarmos a constante que nos torna humanos com mil defeitos e um milhão de qualidades talvez aceitemos melhor as variáveis imprevisíveis que descobrimos dia-a-dia... e aí tenhamos surpresas ao ver que a solução escondida sempre esteve nas nossas mãos Carolina

domingo, 25 de dezembro de 2016

FELIZ DIA DE NATAL

Meus amigos, um FELIZ DIA DE NATAL para todos...estejam onde estiverem, em que fuso horário, em que longitude e latitude, em que cidade ou freguesia. Não há fronteiras nem muros que separem a Gratidão que sinto por todos aqueles que de uma forma ou de outra estiveram comigo ontem à noite, que me aqueceram a alma e o coração, que me fizeram sentir Una na Amizade, que me fizeram sorrir e que me ajudaram a transformar a noite de Natal num momento luminoso da minha Vida. E a mim mesma sou grata, por ter conseguido alguns minutos para estar comigo mesma e saborear as lembranças dos presentes que recebi de todos vocês ao longo deste ano. A reflexão sobre este ano ficará para daqui a uma semana..por agora é tempo de vos abraçar partilhando com vocês cada raio de sol que entra nesta manhã pela minha janela. A caminhada é longa, há tanto ainda para reflectir e aprender nesta jornada de Vida mas é bom saber com quem conto...cada um de vocês. : Carolina

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

1º dia do Advento

E hoje dia 1 de Dezembro é dia de cumprir a tradição, para vos desejar a todos um Bom Advento. Para mim este mês será um mês de reflexão, de pensar em tanta coisa que foi acontecendo, no que ainda não está certo mas há-de estar se eu quiser, no amor que tem de fluir ainda com mais intensidade e incondicionalmente, na minha vontade de espalhar mais sorrisos e de seguir as minhas Intuições, se eu ME der tempo. Por isso que seja um Advento especial, para mim mesma e de mim para o Mundo!
Carolina

sábado, 12 de novembro de 2016

Outono da Vida

O Outono tem destas coisas, as árvores despem as suas folhas e revelam a verdade da Vida. Passam um Verão cheio de folhas lindas, coloridas, atraentes, pelas quais nos apaixonamos. Chega o Outono, algumas ficam ainda mais bonitas, intensas, fabulosas na última despedida antes do fim. Mas os dias passam, e o belo cai. Fica a nudez fria e cinzenta da Verdade. Mas é preciso passar por isto, por esta transmutação. Para que na Primavera seguinte, o que é verdadeiro renasça em botões verdes e sadios, evoluindo sem as marcas da seiva poluída. Carolina

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Estados Unidos da Vida

No dia em que acordo com a gigantesca vontade de ter cada vez mais pessoas empenhadas, com Verdade e com Essência junto de mim....acordo com a notícia que ninguém queria ouvir! E talvez seja exactamente esta a altura perfeita para a União para que o medo, a loucura e tudo o que virá não cilindrem mais este Mundo....Carolina

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Um Novembro em Viagens

O Facebook mostrou-me que neste dia tenho estado sempre a viajar desde 2010 (com intervalo em 2013). Parece-me ser uma boa oportunidade para ser Grata a todas estas oportunidades de crescimento que cada viagem proporciona. Cada viagem é uma saída fora da zona de conforto. Com coisas menos boas mas muitassss coisas maravilhosas!!! Que diferença vejo em mim desde esse ano de 2010 uma menina mais medricas que ficou uma trintona cheia de energia. Gratidão a todos os que me acompanham nestas viagens. Aos que ficam em terra acendendo luzinhas para aquecer meu coração e aos meus companheiros de viagem que me proporcionam excelentes momentos de descoberta, evolução, dúvidas e sorrisos. Alguns já me aturam há umas quantas seguidas. Aguentarão mais algumas? Carolina

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Reflexões

Sim, eram 6h da manhã quando acordei. Sim, estava dormir lindamente. Mas graças a isso pude assistir a um espectáculo como este da minha janela está frio mas os pássaros cantam alegremente lá fora. Será que sou pássaro daí acordar assim pronta a voar e cantarolar? Gratidão também por ser assim como sou. Pequenita. Porque tive de aprender a esticar-me e a inventar maneiras engenhosas de chegar às coisas. Hoje foi mais um desses dias. Podia optar por ficar chateada pelas coisas não estarem ao meu alcance. Prefiro ter aprendido a sobreviver com um sorriso. Quem tem tudo por garantido ou simplesmente desiste não saboreia a maravilha de uma conquista diária. O meu mano sempre me disse que sou mais feliz por ser assim. oh yeah...indeed Gratidão Universo

domingo, 23 de outubro de 2016

Reflexão em fim de Domingo chuvoso - Música

Reflexão em fim de Domingo chuvoso:
*** Gratidão à minha Música que me fez tanta companhia este fim de semana****
- Os que me acompanham desde os meus 13 anos, os meus meninos, o meu Jon. Essa música que já me viu chorar, rir, saltar eufórica, saltar na cadeira, desafinar feliz. Que já me viu apaixonada, broken-hearted, viajar, trabalhar, sonhadora. Que voltei a ouvir com a mesma paixão de sempre. Que em cada letra tem uma mensagem que me diz tanto & tudo
- Aquela voz chamada Michael..Bublé que me canta ao ouvido, me delicia, me põe um sorriso, me faz trocar cromos com o outro lado do oceano, que me encanta, que eu amo
- Todas as bachatas, kizombas e músicas de zumba que me fazem dançar pela casa, feliz, meditando como se estivesse a dançar com o Universo
- Todas as músicas de sempre e para sempre que me fazem regressar a MIM, ao meu EU, ao meu estado de felicidade tão natural e simples.
Porque é nessa simplicidade de uma música deliciosa que sou feliz Eu & e um Universo encantado Carolina

sábado, 22 de outubro de 2016

~Reflexões num sábado de manhã - nota mental: pôr em prática


- dantes guardava as canetas para as poupar e não gastar as minhas favoritas. Descobri que a tinta secava e que nem as chegava a usufruir. Descobri que mais coisas que se guarda têm o mesmo fim, acabam por se estragar e não são vividas. Basta de fazermos o mesmo ao coração, à coragem, à audácia, ao amor.
- quantas vezes nem nos apercebemos que damos na internet mais atenção a conversas sem conteúdo e não conseguimos ouvir os que vivem connosco?
- tenho um montão de coisas para fazer, pôr em ordem, responder, trabalhar. Não consigo ter mais que duas mãos e dois olhos e um sorriso. Por isso vou privilegiar o sorriso, cuidar das mãos e dos olhos e fazer o que posso ao meu ritmo, com as prioridades certas e sabendo que no fim tudo dá certo. Por isso...confiemos.
- e se mesmo com estas nuvens enormes no céu, o Sol consegue espreitar... a felicidade também consegue
Carolina

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Gene do desenrasque

Há dias assim....em que o gene do desenrasque e do sangue-frio têm de vir à tona. Em que temos de manter calma uma turma quando todos os computadores bloqueiam e o tempo avança. De facto nesta caminhada tenho percebido que ser proactiva, falar com quer que seja, ir à procura, pedir ajuda e não ficar à espera são mais-valias que são cruciais para a Vida no geral. Ficar calada, entrar em pânico ou ter medo não permite avançar. Às vezes penso que a Vida me deu a oportunidade de experimentar o ser desenrascada desde criança...para chegar até aqui...e sou muito grata por isso! Tanta coisa tenho aprendido assim. Gratidão gene do desenrasque! Carolina

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Caminhadas

É tão bom quando se sente que os outros estão orgulhosos da nossa caminhada. Acima de tudo temos de estar nós contentes e felizes por caminharmos de olhos focados e pés assentes e sorriso no céu. Mas é bom ver que há anjos de carne e osso que sentem com orgulho o poder de cada passo que damos. Que nos incentivam. Que sabem ouvir-nos quando somos francos e humildes a reconhecer os passos errados e quando assimilamos os certos. Porque temos o poder todo nos nossos pés e nas nossas asas. De voar, de correr, de tropeçar, de escolher o caminho errado, de querermos ser maiores que a nossa própria sombra, de sabermos a velocidade a que devemos ir, de sermos loucos, de sermos nós. Cada passo deixa uma pegada. Que as minhas pegadas deixem marcas de corações felizes e abraços dados. Carolina

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Há dias assim...

Há dias assim...em que se acalma velhos demónios, em que me sinto grata por ter escolhido um dia percorrer o meu caminho, em que sinto que posso fazer a diferença numa equação complexa, em que desistir é uma palavra cada vez mais vã e que o Universo nos mostra os resultados das nossas provas quando acha que estamos prontos para as receber. Há dias assim...em que lutar por mim, pelos meus sonhos e por todos aqueles que adoro é a missão! I'm there in the field Carolina

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Pensamentos em fim de noite

Pensamentos em fim de noite: Hoje um aluno perguntou-me algo curioso: como é que uma cientista podia acreditar na reencarnação ou em vidas passadas? Ao que eu disse que ciência e espiritualidade tinham mais em comum do que se podia pensar. Ao que ele diz: de facto a própria ciência é um acto de fé
E de facto. Há que acreditar na intuição, na motivação e naquilo que está escondido dos nossos olhos
Carolina

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Pensamentos em fim de tarde



Pensamentos de fim de tarde: Acho que se fizessemos um estudo estatístico o número de buzinadelas, gestos impacientes e más caras é directamente proporcional a ficar escuro mais cedo e acompanhado de chuva... daí dizermos que não gostamos de chuva. A chuva num sítio paradisíaco em boa companhia até seria bênção Carolina

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Há dias assim....

Há muito que já não escrevo assim algo do que vai cá dentro....têm sido dias intensos, cheios, com alguma correria, dúvidas, inquietudes e prazos apertados. Alguns tsunamis, momentos de pousio, introspecção mas acima de tudo foram uns dias feitos de pessoas. De uma equipa maravilhosa que se une nos 4 cantos do mundo para terminar projectos importantes. Mesmo que não haja nada para ganhar directamente com isso. Mas simplesmente porque somos uma equipa. Em União. O verdadeiro lema do Um por todos, todos por Um. Esse lema ganhou um significado muito especial a semana passada com um desafio plenamente alcançado e a sensação fantástica que estamos todos muito crescidos, com uma maturidade que é maravilhosa de se ver.
Depois há aqueles que nos desafiam noutras caminhadas, que nos tiram do sério, que nos deixam a pensar se estamos no caminho certo, que nos revelam verdades, e que nos obrigam a ver a NOSSA verdade. Os que amo de coração e alma, sem contratos. E os que vêm de longe para amparar as minhas quedas, anjos e arcanjos que sabem sempre mesmo sem dizer nada quando preciso deles. E os que apareceram mais recentemente ou voltaram. E me fazem sorrir de dentro para fora pelas pessoas especiais que são. E os que partem para outros desafios mas que guardo com carinho no meu livrinho da Vida
Há também os que adoro melgar,com quem adoro ser saltitona, simples, leve e feliz. Com quem é bom viver em partilha :)
E porque é Muito importante...há também Eu. Um Eu em crescimento, que tem muito para aprender, para cuidar, para trabalhar, para descobrir. E que mesmo posta à prova, sei bem o que quero. O Mundo. Porque sou parte indissociável deste Mundo infinito que AMO. Gratidão. Infinita. Carolina

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Particularidades do dia-a-dia

Um senhor meio estranho na rua que me disse que eu era bonita e uma senhora muito simpática que limpava as casas de banho do trabalho e que eu não conhecia e que me veio cumprimentar e dar um beijinho :) :) coisas engraçadas do dia-a-dia! Carolina

sábado, 24 de setembro de 2016

Pessoas da minha Vida

A olhar para esta semana e para vários outros dias tenho de ser muito grata pelas pessoas com quem me cruzo. E que me tratam tão bem. Mas tão bem mesmo. Pessoas que nem são minhas amigas do dia-a-dia, que até posso só ver uma vez mas que me tratam realmente bem dando-me de comer ou dando-me um abraço. Gratidão por poder sorrir a todas essas pessoas. Que são especiais e que me fazem sentir que vale pena ser como sou. Carolina

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Tudo é possível

Hoje o dia promete ser maravilhoso :) :) e apenas porque é esse o meu espírito ao acordar. Se o dia fosse um desenho eu ia desenhá-lo cheio de cores, um sol brilhante e meninos sorridentes. Então porque hei-de fazer diferente com a versão real do dia? Tudo é possivel! Carolina

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

eu confio



Eu confio! Que os sonhos não são apenas bolhas de sabão. Que o positivo faz sempre parte do íman da nossa vida. Que ser livre é muito mais que viver sozinho. Que as estrelas revelam mensagens para quem acredita nelas. Que a minha missão é maior que o que vejo. Que tomar conta de mim é o primeiro passo. Que a vida é minha e só eu a posso mudar. Que há pessoas especiais que vou amar sempre mas que o mundo é ainda mais infinito... Carolina

Notas soltas

Das coisas mais contagiantes é ouvir alguém na mesa ao lado a falar de uma viagem que adorou. O entusiasmo e a energia feliz chegam até nós. É o poder das viagens. Infinito.
Carolina 

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Há dias assim...

Há dias assim...de recomeço. Dias em que se deixa de ser mendigo e escravo dos sentimentos para se chegar à liberdade maior. Há dias assim em que sou muito grata por ter podido abraçar pessoas-lindas num momento tão importante e poder ter ficado com elas, no matter what. Dias em que o meu sorriso é algo bom num dia menos bom. Há dias assim em que sou muito grata por ser como sou, porque chego mais depressa ao coração das pessoas. E essa é a minha missão. Hoje é dia de voar. Voar para fora da gaiola da ilusão. E recomeçar. Porque o Mundo é muito maior do que aquilo que desenhamos no mapa da nossa mente. Carolina

sábado, 3 de setembro de 2016

Há dias assim...

Há dias assim....em que quando nos puxam para um canto para falarmos a sério (mas rindo muito) sabe tão bem. Em que sentimos que o Universo nos mostra claramente o caminho a seguir, mesmo que não saibamos muito bem por onde iniciar um novo começo. Em que fazer surpresas às pessoas que adoro me enche o coração, especialmente quando sou acompanhada por amizades frescas, leves e com sabor a sorriso. Em que dizem que estou bonita porque também sabe bem ouvir, mas também porque é sinal que a ignição dessa beleza vem da minha força interior e há que continuar a alimentar essa fogueira tão minha. Há dias assim...em que não sabemos o que o nevoeiro nos traz mas que temos que o abraçar com a confiança que move os marinheiros em mares desconhecidos. Há dias assim....em que há tanto para fazer no mapa da nossa Vida...Carolina

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Reflexão em final de férias

Em final de férias há tanta coisa para pensar e sorrir e ser grata. Não há heróis nestas férias mas um grupo de pessoas com o super-poder de me amarem e de me fazerem sorrir e de me mostrarem a Verdade. De me fazerem sentir parte de um caminho conjunto em União. Mesmo que haja carências, vidas incompletas, medos ou inseguranças. Tudo desaparece num abraço. E há abraços que são umbilicais, que nos transportam para o ventre da Vida.
E há o arriscar ir sozinha para a primeira f
ila para ver melhor o espectáculo da Vida. Porque há coisas que se perdem se não formos nós mesmos. Se seguirmos apenas o nosso grupo. Há alturas em que temos de ir sozinhos e dançar uma bachata com desconhecidos desenhando um Sorriso meu em forma de luz.
E há um grupo de pessoas que acreditaram em mim para iniciar um novo caminho. A elas vou ser sempre grata pela sensação única de poder transmitir coisas únicas e mágicas. O nosso caminho é partilhado agora.
E há aqueles que mesmo longe sabem sempre que o colibri sou Eu, banhando-se na luz de um pôr-do-sol. Que sabem quando devem estar presentes para me trazerem de volta a casa, ao meu abrigo. Que falam comigo sem filtros, tabus ou medos.
Há pessoas que tive oportunidade de conhecer melhor e de ficar encantada. Que fizeram a diferença numa viagem muitooo longa.
Há cidades pelas quais me encantei e outras que descobri que sou apaixonada sem o saber. Há os momentos únicos que vivemos sozinhos. Em que sorrimos ao nosso Eu e unimos as mãos para agradecer ao Universo. Há o mostrar que Eu estou onde o vento me chama porque sou filha da Liberdade mas que também sei regressar a casa. E voltar a abraçar quem me aceita e quer bem. Porque o meu coração não tem dono nem senhorio. Posso não ter ao meu lado o Superhomem que me protege mas tenho muita alma de carne e osso que me diz: Go! :) E me ajuda a subir onde o vento sopra e onde a escuridão se une com a Luz.
A tudo e todos e a mim mesma: Gratidão. It's time to come back. Carolina

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Viagens

Há viagens que são para voltarmos a nós mesmos. Viagens que nos levam a outros Portos d'Abrigo, temporários mas eternos. Porque no Ir e Vir há muito que fica pelo caminho e muito que se traz connosco. Há viagens onde as ruas nunca estão sozinhas mas nos recantos encontramos o nosso sorriso peregrino à nossa espera....Carolina

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Sair do rebanho

Há dias assim...em que a ovelha tem de deixar o rebanho. Porque sempre fui diferente. Talvez com uma lã mais escura, podem dizer. Sair do rebanho tem o perigo de nos levar até aos lobos mas também nos leva além-fronteiras. Daquelas que nos tornam maiores. Menos conformados. Mais essência. Sem medos ou com medo, o tempo é de ir. E ser feliz. Sempre que saí do rebanho encontrei novos Mundos....e eu sou do Mundo com esta minha tonalidade mista de lã branca e preta em tons de sorriso :) 
 Carolina

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

60 minutos de histórias

Numa hora apenas... tanto para contar... uma travessia de uma rua que já não fazia sozinha há anos - que sensação de liberdade e sair zona conforto - entrar por breves minutos no jardim Botânico e ver que bonito está - ir comprar mantimentos ao supermercado e ouvir um menino a dizer apontando para mim: Pai, vai ali um anjinho 😇

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Gosto

Gosto de criar raízes mas em semente de trepadeira que se alonga pelo Mundo. Gosto de pertencer mas sem contrato a termo ou com alíneas escondidas, sem ter que escolher um lado de uma moeda de troca. Gosto de abraçar pessoas com almas oceânicas de Vida, que querem mais do que charcos estagnados com coisinhas pequenas. Gosto de ter os meus amores-imperfeitos porque não sou a mais-perfeita flor do meu jardim das maravilhas. Gosto de aceitar o que vai e o que vem, porque Positivo é sempre o que fica. Gosto de semear atitudes em campo aberto em vez de germinar medos em estufas frias. Gosto de ser desafiada para poder ultrapassar as marcas olímpicas dos meus records pessoais. E ganhar medalhas em forma de sorrisos. Carolina

sábado, 30 de julho de 2016

Há dias assim....

Há dias assim...em que se perde um saco e julgas-se perdido for good, porque ninguém sabe dele. Mas a intuição insiste que o saco ainda não está perdido para todo o sempre. A intuição fala ao meu ouvido, persiste e lá vou eu perguntar novamente ao café onde eu tinha certeza que o teria deixado. Et voilá, o saco estava guardado no balcão.... Parece um exemplo simples, trivial, vulgar mas isto reflecte a nossa Vida. Se eu não tivesse ouvido a minha intuição que me acompanhou de perto, eu não teria recuperado o meu saco. Quantas coisas já perdemos apenas porque não ouvimos a intuição? Quantas pessoas já deixamos fugir, porque preferimos o medo à intuição? Quantos nascer-do-sol já não vimos apenas porque é mais sensato ir dormir? Em vez de escutar a intuição que nos diz q há espectáculos que são irrepetíveis? A intuição é a nossa voz, aquela que quando ficamos mudos, continua a falar connosco. Gratidão, a quem me mostrou que a intuição não falha...Um dia de cada vez
 Carolina

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Ser...Monumento

Hoje aconteceu-me algo que me tem acontecido repetidamente...uma senhora no meio de uma excursão ao passar por mim insistiu em querer tira-me uma fotografia. Eu recusei delicadamente mas ela insistiu e eu recusei novamente, seguindo em frente. Este episódio tem-se repetido várias vezes, até no estrangeiro. Eu recuso sempre delicadamente porque sei que as pessoas não fazem por mal. Mas não me sinto a Torre Clérigos ou a ponte Luis I para ir parar aos álbuns de pessoas que não conheço...apenas porque sou pequenina. Sei que sou linda e maravilhosa mas gosto de poder passear sem máquinas fotográficas atrás :) :) apenas uma reflexão :D nem comento isto por estar aborrecida ou chateada...tanta coisa no mundo mais importante para nos preocuparmos...mas acho giro para todos pensarmos...qual o interesse de me tirarem uma foto? Carolina

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Universo

O Universo está sempre atento aos mais pequenos detalhes. Seja em forma de um céu estrelado,de uma música que nos desafia, de nos mostrar o outro lado do espelho, de um abraço ao adormecer, de nos mostrar quem está do nosso lado, para o que der e vier. Há muitos anos desejei tantas coisas que de uma maneira ou de outra acabaram por acontecer, coisas tão simples para a maioria dos mortais, momentos mágicos para mim. Se tudo foi acontecendo, aos poucos, à medida que vou crescendo quem sou eu para dizer o que ainda virá aí de surpresas boas? Mas sei o que será preciso. Acreditar que tenho tudo o que preciso dentro de mim, que sou boa o suficiente para encarar qualquer desafio, que sozinha estou sempre acompanhada e que as pessoas chegam sempre na altura certa. O Universo está atento...até em forma de uma simples fotografia que diz tudo... Carolina

terça-feira, 12 de julho de 2016

Há que ser....

Há que ser a Estrela da nossa própria Vida, no centro do nosso Universo. Há que subir além dos nossos Medos e ver a Vida do ponto mais alto do nosso coração. Há que ser livre, dos nossos próprios julgamentos e dos outros. Não somos juiz nem júri da Vida de ninguém. Há que deixar ser livre quem gostamos para poderem viver cada minutinho dos seus sonhos e sorrir quando conseguimos fazer essas pessoas especiais sorrir. Há que encontrar outros Mundos fora do Mundo que nos rodeia, para não nos abafarmos em expectativas. Há que crescer. Querer crescer. Para sermos adultos por vontade e não por obrigação. Para sermos os capitães da nossa selecção pessoal. Onde metemos golos na baliza do nosso sorriso e onde ganhamos o campeonato da Vida etapa a etapa. Há que ser atleta individual da nossa maratona mas saber caminhar em equipa. Há que escolher as metas a atingir. Não conseguimos participar em todas as modalidades mas há que escolher bem aquelas onde a nossa dedicação vem do coração. Há que dizer Não. Há que dizer Chega por hoje. Há que dizer: o meu tempo agora é só meu. Há que nos darmos aos outros, mesmo que sejam desconhecidos. Há que aceitar novos desafios, porque Amor não nos falta. Há que Aceitar e ir mais fundo no que ainda temos de aprender. Há que confiar. Há que Amar (muito!). Há que ir em frente, todos os dias, mesmo quando todos parecem caminhar mais depressa que nós. Porque chego lá. Às vinte mil léguas submarinas da minha alma :) Carolina

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Felicidade

A felicidade é como o sol na Suécia... Há dias em que a luz dura 18h e outros em que dura 3h. Há que aproveitar o melhor de cada momento :) mas não podemos esquecer que a Terra roda a volta do Sol...todos os anos :) Carolina

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Ângulos da Vida

A vida é simplesmente maravilhosa, vista por todos os ângulos, sem excepção. Mesmo por aqueles ângulos que nos deixam obtusos ou rasos. Porque a Vida é muito mais que um ângulo recto e não só de agudos vive o ser humano. E é da soma de todos os ângulos que se compõe a nossa história. Dia-a-dia. Com escorregadelas no compasso da Vida e algumas divergências com o esquadro que vai delineando o caminho. Mas há sempre um ângulo novo para desenhar a cada manhã, um ângulo aberto ao Sol e à Lua, aberto à verdadeira amizade,ao Sorriso, à Verdade e à Paz interior. Porque Ego nenhum tem a capacidade de desenhar novos ângulos por cima dos nossos. Só se deixarmos. E eu adoro dançar com o compasso da Vida :) numa dança de Amor, garra e motivação :) Agarrem bem os vossos compassos...e sejam felizes a desenhar os vários ângulos da vossa história. Carolina

domingo, 26 de junho de 2016

Só por hoje....sem medo

A vida traz-nos sempre até nós as pessoas certas. Para os desafios, para as dúvidas, para crescermos, para sairmos da zona de conforto. Para deixarmos de ter medo, para ultrapassarmos fronteiras, para nos conhecermos melhor. Para nos esticarmos até ao infinito de nós mesmos. Para batermos com a cabeça na parede e sobreviver. Para sorrirmos e aceitarmos em paz. Para sermos melhores todos os dias, um pouco mais. Para sermos verdadeiros connosco e com eles e não vivermos iludidos na miragem da perfeição. Para estarmos nús de alma e coração, sem medo de perder. Porque nesta vida nada se perde de facto, tudo se transforma em Amor e aprendizagem. Só ficamos para trás se quisermos. Se nos apaixonarmos pela mágoa e pela desilusão, ficaremos presos em nós mesmos. Se descobrirmos a saída do labirinto interior, chegaremos ao centro de nós mesmos. Onde somos Um. Com todos. Por isso, chega de ter medo. De pegar na borracha e apagar a correr o que mexe connosco. É tempo de ler com calma essas entrelinhas, essas palavras que chamam por nós e que estão espartilhadas e afogadas pelo entulho do pó do medo. Vamos lá chamar a nós a coragem que limpa tudo e nos faz brilhar por dentro e por fora. Só por hoje...sem medo! :) Carolina

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Bandeira branca

Às vezes só queremos ser nós próprios mesmo quando o Mundo parece abanar a cabeça. Só queremos dar um abraço a todos os quanto são importantes para nós, sem julgamentos. Só queremos que nos entendam mesmo quando todos os outros falam um língua desconhecida. Só queremos ser simples, num puzzle complexo. Só queremos o Amor num mundo em Guerra. Muitas vezes só queremos o que parece ser o contrário do cenário comum. Mas temos de começar por nós. Enfrentarmos os nossos próprios auto-preconceitos, julgamentos, ouvir-nos com atenção, desarmar a cama do gato dos nossos pensamentos e estender o abraço do Amor para nós mesmos. Tarefa complicada quando a carência, o ciúme, os jogos de poder e o medo formam uma aliança. Mas os Estados Unidos dos Nossos Sentidos têm de ser mais fortes e chamar a presidente do Conselho a nossa Intuição, General-maior das forças do nosso Universo. Que tem como braços-direito, a Aceitação e o Amor Incondicional. E a Coragem como o melhor soldado em campo. Carolina

sábado, 11 de junho de 2016

Mais um dia

Mais um dia para transformar as horas em minutos brilhantes e cheios de Vidaaa :) toca a tirar o shining que há em cada um de nós e ir por aí fora espalhar sorrisos. Mesmo que seja dentro de casa a arrumar, a estudar ou sentados no sofá.  Todo o momento é um momento para sorrir e ser proactivo nos sonhos! Carolina 

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Confiar

Hoje é dia de confiar. Confiar no que somos, na matéria de que somos feitos, no que podemos evoluir, aprender e amar. Confiar no caminho, nos anjos com e sem asas, nas tabuletas escritas na intuição. Confiar nos abraços que temos para dar e receber, no gps interno que nos leva ao sítio certo, na geometria sagrada do amor, nos sorrisos que espalhamos como sementes. Confiar na nossa história de vida, tão nossa. Nos nossos sonhos patetas e nas surpresas boas. Confiar que, só por hoje, podemos ser surpreendentes :) Carolina

terça-feira, 7 de junho de 2016

Há dias assim...

Há dias assim...em que tenho o coração cheio de gratidão. Por ser quem sou hoje, com a humildade de quem ainda poderei ser amanhã. Com uma gratidão especial por com quem posso aprender tanto, com quem pude recordar como a minha infância e juventude foram tão maravilhosas e cheias de magia, com quem me tira do sério mas me ensina a amar e por mim mesma, por poder sentir a minha força para além do espelho e tudo o que ainda posso fazer e que habita em mim. Gratidão em espiral infinita....Carolina

domingo, 22 de maio de 2016

Minha Gente Linda

Minha gente linda de Norte a Sul passando pelo Centro e além -mar :) vai um mega - abraço para todos neste dia do Abraço mas não se esqueçam de vocês próprios :) abracem-se muitooo...É maravilhoso! Eu vou andar por aí a saltitar como sempre :) pelas pequenas grandes coisas que me fazem Feliz :) missões cumpridas, luares fabulosos, gatos que me derretem, amigas que me fazem sorrir, uma familia para cuidar, amores infinitos e um Mundo cheio de recantos à minha espera :) Carolina

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Dia de Recomeçar

E hoje é dia de recomeçar :) de pegar nos pincéis e continuar a colorir com a alma o dia-a-dia, na caneta e escrever sonetos com um final feliz, no lápis e deduzir equações de felicidade nem sempre constantes, esculpir sonhos na pedra bruta das horas e pavimentar o caminho com sorrisos e aquela alegria :) Carolina

terça-feira, 10 de maio de 2016

Reflexões soltas de Carol


1) como é bom o trabalho de equipa, que foi posto à prova e superamos maravilhosamente. Foi magnífico ver a interacção entre nós os 4, a partilha, sugestões, neurónios queimados, os sorrisos e um projecto escrito no fim da noite. 
2) como é bom conversar a nú sobre a realidade com quem nos entende tão bem e é um companheiro de caminhada, para assim compreendermos a ilusão do dia-a-dia. 
3) como é bom soltar uma gargalhada que transforma o caminho num acreditar que não desisto de quem amo.
4) como é bom sentir que confiam em mim. De olhos fechados. 
5) como é bom sentir que quem está mais longe, está tão perto.
5) como é bom perceber que não adianta ser do Mundo, se eu não cuidar do Mundo à minha volta. De tanta gente maravilhosa que me rodeia enquanto caminho....
Carolina 

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Há dias assim...

Há dias assim... em que o calendário parece apertar-nos contra a parede mas aprendemos a ser elásticos e moldaveis e escapamos por entre as frinchas de um sorriso :) Porque há sempre saída num labirinto e vida para além do espelho da ilusão do dia-a-dia. E há sempre luzinhas brilhantes que nos ajudam a somar vidas ao jogo. ;) Estas certezas devem ter vindo no pacote dos 37's. :)  Carolina

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Happy Birthday to me

Pois é, meus amigos, o dia mais aguardado já passou (embora as festividades ainda não tenham terminado). Mas o facto é que foi assim um cometa que passou rápido no meu céu. Um cometa muito brilhante, com muita luz que iluminou estrelas, sóis, luas e planetas :) que iluminou o meu Universo :) Foram mais de 24h com um pôr-do-sol, no topo do Mundo, com muitos telefonemas, um bolo surpresa, uma prenda dos Anjos, uma Mãe à espera de me abraçar, um amanhecer super cheio de energia, mais telefonemas maravilhosos, planos sem planos, abraços ao mano, uma cadelinha linda, uma igreja mágica, um lanche especial, um chá em maravilhosa companhia, uma prenda especial, muita dança, visitas surpresa, muito bolo, uma t-shirt top, mais abraços, mto bolo por todo o lado, um jantar animado, mais dança e mais abraços. Mais telefonemas, mensagens, facebook, emails e todas as vias possíveis de contacto :D Saldo: Carol feliz!!!! Carol cheia de gratidão. Carol pronta para mais um ano na vossa companhia :D :D :D Contem comigo para espalhar felicidade :D Beijos e abraços para todosssssssss desta formiga atómica :D Carolina

domingo, 1 de maio de 2016

Há dias assim...

Há dias assim...em que se acorda com uma Gratidão profunda. Por ter uma Mãe maravilhosa, que foi e é uma guerreira e que será sem dúvida a pessoa que aconteça o que acontecer estará ao meu lado. Não é fácil ter duas guerreiras a viver debaixo do mesmo tecto, quando o meu lema é Liberdade. Mas a Liberdade conquista-se também dia-a-dia, nunca fugindo mas trabalhando a harmonia. Porque vale a pena. Muito a pena! Sou também grata por ter uma recordação como a que pus hoje, a foto onde estão 3 gerações de Mulheres lindas e onde vejo o meu Sorriso bem definido como marca de nascença.  E sou também grata por sentir bem cá dentro como devo honrar essa marca que faz de mim o que sou hoje.  Tenho alguns defeitos, que são aprendizagens, mas sei que conquisto outros sorrisos com esta minha energia atómica. E um brilho no olhar que cativa amigos e amigas lindas. Sem este brilho a minha casinha está apagada e eu quero a minha casinha sempre iluminada para receber toda a gente que vem por bem. Que gosta de mim como eu sou, assim com esta loucura saudável. Sou também grata por outras Mulheres lindas da minha família, algumas que apesar de longe estão tão perto e são tão guerreiras quanto eu. Que cresceram comigo, choraram, zangaram, riram e abraçaram. Mas estamos cá. Porque assim é a Vida. De longas caminhadas e caminhos cruzados. E por todas as pessoas que me acompanham e acima de tudo por mim e pela minha essência que ainda tem tanto para aprender, estou já a calçar as sapatilhas novas para mais um ano de etapas novas. As velhas?  Daqui a 3 dias vou guardá-las com carinho pelas solas rotas e calcanhar desfeito...foram grandes as montanhas e longas as travessias neste último ano... Carolina

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Ecologia da Vida

Hoje é dia de sermos Ecológicos :) vamos lá Reduzir o mau humor, Reutilizar infinitamente Sorrisos e Reciclar o stress transformando-o em Paz Interior :) :) Há que ser Autosustentável nas boas energias que produzimos e juntos conseguimos limpar o lixo da nossa Alma :) Vamos lá cuidar do nosso EU-ambiente? :) Carolina

sábado, 16 de abril de 2016

Há dias assim...

Há dias assim....em que uma boa conversa é acompanhada por uma boa colheita de sorrisos. Em que se percebe que o Mundo dá voltas e voltas...que algumas pessoas nos fazem mesmo falta mas que é preciso estarmos longe...e que quem é verdadeiro nos acompanha sempre na vindima dos Dias. Há dias assim...em que se sente que viajar para fora do círculo renova a espiral das nossas sementes interiores. Em que a minha paixão pela Vida me leva a ser apressada, impaciente e trapalhona em colher os frutos da Aprendizagem e há que deixá-los amadurecer com calma e muito amor. Em que vejo o meu jardim a precisar do meu amor e cuidado porque ainda me engano e tropeço no caminho mas porque é importante isso acontecer, vital para fortalecer as minhas raízes. E há dias assim de pousio e em que sou muito Grata por todas as mãos que tenho comigo para me ajudar a plantar Felicidade no meu jardim :) Carolina

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Apaixonada

Sou uma apaixonada...pela Vida! Apaixono-me todos os dias pelos momentos mágicos que acontecem ao longo das horas. Basta estar muito atento e acreditar :) que o Sol até aparece depois de uma tempestade de chuva e trovoada. E de repente ele brilha e acalma os céus num despedir suave do dia. E a cada segundo apaixono-me.... por reencontros & encontros, pela amizade forte & suave, pela serenidade & loucura que me fazem ser Eu! Carolina

domingo, 10 de abril de 2016

Viagens de Ida-Volta

Adoro as viagens que faço, não só pelos kms de sonhos que percorro mas pelas múltiplas viagens que cada viagem encerra dentro dela. Pelo estágio de Vida que frequento, com diversos formadores, todos cruciais, que eu adoro. Mas a avaliação final, essa sou que faço, dentro de mim, com o crescimento que estica a minha alma e não os meus ossos, com as mudanças que se sentem logo no olhar e no sorriso. Adoro as viagens que faço sem ir para fora, no meu Porto D'Abrigo onde encontro tantos recantos onde pertenço, onde fui e sou feliz e onde sinto a Paz que me sossega. Adoro as viagens que faço dentro de mim, por caminhos as vezes sinuosos, por desfiladeiros vertiginosos e por vezes solitários. E adoro chegar de todas essas viagens, com a sensação que o Mundo sou Eu, o meu Lar sou Eu, o meu corpo é o meu Templo que tenho de cuidar e que não sou de Ninguém mas de Toda a Gente. E por isso mesmo...Quero dar-me a toda a gente linda que encontro pelo caminho. Quero ser voluntária do Sorriso e missionária da Alegria para todos. É difícil chegar a tanta gente que adoro, por vezes, quando estamos ligados de forma tão umbilical a pessoas-especiais mas é possível, porque Liberdade e Coragem são os meus pilares. E dia-a-dia...essa missão será o meu caminho. É bom estar de volta :) Carolina

Viagens & Regressos

Adoro as viagens que faço, não só pelos kms de sonhos que percorro mas pelas múltiplas viagens que cada viagem encerra dentro dela. Pelo estágio de Vida que frequento, com diversos formadores, todos cruciais, que eu adoro. Mas a avaliação final, essa sou que faço, dentro de mim, com o crescimento que estica a minha alma e não os meus ossos, com as mudanças que se sentem logo no olhar e no sorriso. Adoro as viagens que faço sem ir para fora, no meu Porto D'Abrigo onde encontro tantos recantos onde pertenço, onde fui e sou feliz e onde sinto a Paz que me sossega. Adoro as viagens que faço dentro de mim, por caminhos as vezes sinuosos, por desfiladeiros vertiginosos e por vezes solitários. E adoro chegar de todas essas viagens, com a sensação que o Mundo sou Eu, o meu Lar sou Eu, o meu corpo é o meu Templo que tenho de cuidar e que não sou de Ninguém mas de Toda a Gente. E por isso mesmo...Quero dar-me a toda a gente linda que encontro pelo caminho. Quero ser voluntária do Sorriso e missionária da Alegria para todos. É difícil chegar a tanta gente que adoro, por vezes, quando estamos ligados de forma tão umbilical a pessoas-especiais mas é possível, porque Liberdade e Coragem são os meus pilares. E dia-a-dia...essa missão será o meu caminho. É bom estar de volta! Carolina

terça-feira, 5 de abril de 2016

Há dias assim...

Há dias assim...que começam virados do avesso mas que são iluminados por palavras lindas que me aquecem a alma e me fazem ter a certeza que estou no caminho certo do sorriso infinito . Porque às vezes o avesso mostra-nos o lado brilhante que vive em nós.... Carolina

domingo, 3 de abril de 2016

Gosto destes dias

Gosto destes dias...em que de uma etapa fantástica aterro (literalmente) noutra igualmente maravilhosa. Sinto-me muito grata por ter tido a oportunidade de participar num momento tão especial de uma escola tão especial com pessoas tão especiais. Por ter podido dar abraços, saltitar, ajudar no que pude e sorrir para tanta gente. Por sentir a interacção maravilhosa que se gera nestes dias. Por ver amigas tão empenhadas em nos deixar lindas e maravilhosas, incansáveis (continuo à espera da abertura da empresa de eventos). Por ver as minhas pessoas-especiais brilhar tanto e por poder acompanhá-las de pertinho. Adorei saber mais uma vez que consigo transmitir a felicidade que sinto nestes momentos a quem nos foi ver. Para mim espalhar essa felicidade é a minha missão. É bom voltar assim de uma outra dimensão para junto dos meus amigos. De quem gosto tanto. E de quem quero andar sempre por perto. Dançando. De dentro para fora. Crescendo mais e mais na altura da minha alma. Gratidão <3 span="">

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Sempre...Liberdade

Tatuei a palavra Liberdade no meu Coração e na minha Alma. Sem tinta nem relevo mas imersa nos meus genes. Liberdade. De ser do Mundo, de ser de toda a gente e de ninguém ao mesmo tempo. De ser Eu. De dançar, dançar, dançar, parando o tempo, no vácuo que envolve um olhar. De atravessar as fronteiras que separam a formalidade de ser professora para chegar a um momento em que uma boa conversa nos torna (apenas) humanos. Porque gosto da Liberdade da interacção humana. De fugir para onde quero, sempre que quero. De escolher não fazer nada ou ficar a trabalhar mesmo quando o dia não é de trabalho. De abraçar quem amo com toda a força e energia, com todo o amor que vive em Mim, mesmo que haja olhares silenciosos e formatados. De não ter de explicar nada, justificar ou falar o que quer que seja. Liberdade que dou aos meus companheiros. De serem como são, quando quiserem, onde quiserem. Porque a Liberdade de ser Feliz e das minhas escolhas, sou eu que escrevo todos os dias. Sem amarras, contratos, vínculos. Sou free-lancer na Vida. Mesmo que isso implique ninguém esperar por mim no final do dia...sei que encontrarei sempre um Sorriso que se identifica com o meu. E que me conhece de dentro para fora. Sem ser apenas um número numa lista, sem altura ou peso, apenas Energia. Apenas Eu, de nome Liberdade. Carolina

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Há dias assim....

Os dias são exigentes, cobram nos atenção, brincam connosco ao acelerar os ponteiros, transformam tarefas em odisseias e no fim os dias ainda nos perguntam: alguma reclamação? Se sim..problema seu. Aprenda a lidar consigo mesmo. E por isso enquanto o dia ainda se espreguiça, deixa-me espalhar magia pelos meus amigos. ... é que daqui pouco as horas começam a fazer das suas.
Carolina 

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Caixotes

Hoje é dia de arrumar os caixotes das prioridades. Estava tudo um bocadinho à toa lá dentro mas comecei a tirar uma por uma e redescobri a mais importante.  A minha Paz interior. Essa Paz torna-me surda às vozes que se tentam sobrepor umas às outras, cega às ultrapassagens forçadas, insensível ao paladar da amargura, ao aroma da pequenez e ao toque áspero da frieza. Hoje só sinto o meu calorzinho bom...aquele que nasce cá dentro, só sinto o meu sorriso para todos os que que amo e o meu abraço aberto a quem o quiser procurar.... Carolina

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

E os dias passam...

E os dias passam....e lentamente voltamos a encontrar o nosso eixo. E o nosso movimento de rotação voltou a encontrar um equilíbrio. Um equilíbrio diferente porque depois do caos, o equilíbrio é retomado após algumas mudanças interiores. Algumas coisas ficaram diferentes. Mas algumas variáveis da minha equação da Vida não mudam. E uma delas é a Liberdade. De ser Mundo. De Ir & Vir. De ser Imperfeita. De ser Única. De ser abraço de tanta gente. De ser Guerreira. De ser Infinita. De ser Amor. De ser. Carolina

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Até ao Céu infinito

Este texto vai ser grande....mas há palavras que precisam de ser ditas enquanto o sangue corre quente no meu coração infinito em sonhos. Porque há dias assim tão extremos em emoções...em que se passa assim de uma alegria boa com misto de serenidade e gratidão para um misto de ego e show-off que só confunde os passos da caminhada mas aí o melhor está para vir, quando aceitamos que ainda temos umas arestas jeitosas para cuidar e recuperamos o compasso em três voltas completas de humildade e amor por quem dança connosco.
Mas o declive mais abrupto no trapézio da Vida é quando nos ligam para nos avisar que alguém tão especial para nós partiu. Partiu numa longa viagem em direcção à liberdade interior e à paz do corpo físico. E aí o mundo parece girar mais depressa, como se tivesse sido acelerado por um mecanismo explosivo que detona dentro de nós. E fica-se atordoado, balançando entre ter a certeza que mais uma estrelinha brilha agora no céu e uma saudade que começa a tomar conta de nós. Tenho muitas crenças, sinto bem cá dentro o que é a morte, entendendo-a como uma passagem, uma ascensão para outro plano. Mas naquele momento em que sabemos que há vozes e risos que não vamos ouvir mais, o tsunami que se forma torna-nos vulneráveis à tristeza e apetece vomitar as palavras num grito de incredulidade. E correr para quem conhecemos o sabor do abraço. E aí...os abraços surgem na hora certa, a milhares de quilómetros, de madrugada, com palavras que não precisam de ser descodificadas. Apenas sentidas. Surgem em forma de um olhar e de uma mensagem. Surgem na forma de uma dança que cura ou tenta curar, sem palavras. Surgem como são, abraços que curam.
E tudo isto leva a reforçar tudo aquilo em que acredito. Viver, viver, viver. Com brilho no olhar, fé e muito acreditar! Mesmo com um bocadinho de ego, mesmo com inseguranças, mesmo com carências, mesmo metendo os pés pelas mãos. Mas sendo Grandes. Grandes no Amor que damos. Sem gastar energia com coisas pequeninas, com ciúme, invejas ou mal-dizeres. Somos todos diferentes mas há espaço para todos no caminho. E para quê perder tempo? Se o tempo se gasta como areia fina nas mãos. Hoje sinto que a minha força e vontade de conquistar o meu mundo interior aumentou exponencialmente. Porque o acreditar pode ser infinito e o impossível é apenas a miopia da alma. E gratidão a quem teve paciência para ler isto tudo até ao fim :) Carolina

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Quero - parte II

Quero na minha Vida pessoas jovens em Sonhos, que não se deixam envelhecer à primeira derrota. Jovens na vontade de aprender, que queiram aprender comigo e eu com a sede de viver delas. Quero na minha Vida pessoas que me desafiem, que me acompanhem no ser melhor para mim mesma e para os outros. Quero na minha Vida pessoas simples. Que tanto gostem de um pôr-do-sol como de um pacote de bolachas dividido a meias. Quero na minha Vida pessoas que percebam que "Eu sou de todo o Mundo e todo o Mundo é meu também". Que tenho no coração um acampamento a céu aberto onde todos podem acampar mas poucos permanecem para sempre. Só os que gostam de ver as estrelas comigo, entoando canções, desafinados. Quero na minha Vida pessoas que digam em voz alto a palavra Amor, sem medo de parecerem ambiciosas ou só porque acham que a devem dizer em voz baixa. Não se gasta a palavra que nos enche a alma se for dita com o timbre do sorriso. Quero na minha Vida pessoas que sabem que tal como Eu, tem ainda muito para caminhar mas preparem a mochila como se o amanhã fosse ali logo ao virar da esquina, sem preocuparem com o Futuro mas com sim com as pegadas do Presente. Carolina ☆

domingo, 31 de janeiro de 2016

Há dias assim...

Há dias assim....em que sei bem o que quero. Com a força do furacão que vive dentro de mim. Dias, em que o que não encaixa, não faz parte do meu puzzle. Dias em que tudo se consegue porque abraço o ser flexível e focada nos meus objectivos. Em que os meus pés caminham ao som do tambor da amizade, deixando fluir a marcha ritmada. Dias em que encontro recantos luminosos, sempre presentes na minha vida. Dias em que não sou apenas oxigénio, sou uma miscelânea entre química e física, numa mistura magnética entre olhar e sorriso. Dias em que sei exactamente o que tenho de fazer para manter a minha serenidade. É fácil descobrir esse segredo tão claro dentro de mim. Há dias assim....em que sei quem acredita em mim e na minha missão, e sei que esses serão os primeiros a levantarem-se dos quatros cantos do Universo para caminharem comigo. Carolina

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Gosto

Gosto quando captam o meu olhar de Vida, quando me abraçam o Sorriso, quando consigo dar mais valor à Liberdade do que às expectativas, quando acordo mais cedo e cuido do meu Mundo, quando digo Não, quando sei que há coisas erradas mas sei que devagarinho vou aprendendo a resolver as equações do dia-a-dia, quando aprendo coisas novas que me apaixonam. Gosto.
Carolina

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Loba

Há dias assim....de ser Loba cheia de garra, protegendo a alcateia, cuidando para que tudo dê certo e uivando à Lua cheia, depois de um dia a percorrer os trilhos da Vida...
Carolina 

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Espelho

Hoje olhei para o espelho. E vi o que quero. Quero desfrutar da liberdade de a cada momento poder optar por me sentir em paz independentemente da música que estiver a tocar no momento. Porque quem decide como dançar e com quem quero dançar, sou eu! E nada melhor que ter decidido isso a olhar para mim, olhos nos olhos !
 Carolina

domingo, 24 de janeiro de 2016

Há dias assim...

Há dias assim...em que se sente a segurança dentro de nós da Filosofia de Vida que escolhemos para viver. Porque não é um texto decorado, uma cópia de alguém mas um modo de vida que se vai tornando muito nosso, de pensar e sentir. Há tanta maneiras de viver a vida, todas elas são preciosas para a caminhada de cada um de nós. Mas é maravilhoso quando o nosso Eu consegue de facto encontrar o fio condutor dentro de si mesmo, acendendo aquela luzinha dentro da nossa alma. E é tão bom quando temos de passar a alguém essa filosofia, porque nos torna responsáveis pelo que fazemos, dizemos ou mostramos. E nos torna conscientes do quanto ainda temos de trabalhar e do quanto fomos crescendo. Gratidão a quem me ensinou esta filosofia, a quem é meu parceiro e companheiro neste filosofar maravilhoso e a quem confia em mim. De dentro para fora. Gratidão. Carolina

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Há dias assim...

Há dias assim...em que uma pessoa acorda a sentir-se ao mesmo tempo fantástica, serena energética e confiante e também com dúvidas, com uma pontinha de melancolia e a suspirar. Talvez seja isto a que se chama Viver.
Carolina 

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Há dias assim....

Há dias assim...em que se filosofa muito ao sabor da sintonia da amizade. Sem mal-entendidos, apenas deixando fluir opiniões e crenças. E é bom. Quando se aceita que o Outro é diferente, que tem a sua perspectiva, nem melhor nem pior que a nossa...apenas diferente. E que mesmo que algum tempo passe...é sempre o tempo certo para Reencontros. Para entender melhor tudo o que nos rodeia. E Aceitar. Que a não-presença não significa ausência. Mas pode significar Voar. Alto. Dentro de nós mesmos. 
Carolina

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

A ver a Vida por vários ângulos

A Vida tem muitos ângulos. Rectos em que tudo o que parece, é de facto assim, mas não gosto de me sentir presa em 90º. Agudos, quando só conseguimos ver numa direcção e com a visão afunilada, bons para quando temos de nos focar. Obtusos, quando temos uma visão mais abrangente mas em que não podemos perder o foco. Rasos, quando estamos deitados a deixar a vida fluir em nós e a mudar perspectivas. Só gosto dos de 360º quando é para voltar à casa....onde tudo começa. O melhor...todos os dias temos oportunidade de ver a vida por todos estes ângulos...é só escolher aquele que mais se adequa ao nosso estado de espírito...e ao momento. 
Carolina

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Que os dias...

Que os dias de dúvidas sirvam para se ter mais certezas. Que os dias de distância sirvam para nos aproximar mais. Que os dias de em que não compreendemos o outro sirvam também para nos aceitarmos mais. Que os dias de intolerância sirvam para sermos mais flexíveis. Que os dias de mágoa sirvam para aprendermos qualquer coisa. Que os dias de amor sirvam para termos a certeza de quem temos ao nosso lado, sem duvidar. 
Carolina

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Há dias assim...

Há dias assim....em que chega ao nosso email algo porque se lutou, se protestou, se fez por isso. E é ver esse papel na nossa mão como um passaporte para mil e uma aprendizagens. Agora é gerir o tempo, vivendo cada dia e cada aprendizagem diária até essa nova e sedutora etapa.
Há dias assim....em que sentimos o gostinho da humildade, com uma conjuntivite. Há dias assim...em que ter estado a tarde toda com os meus alunos, faz-me sentir a mágica sensação de missão cumprida. Há dias assim...em que ver um céu lindo a reflectir num espelho de água com a luz a iluminar o horizonte me faz sentir noutra dimensão. E há dias assim...em que as minhas pessoas aparecem sempre com o carinho que me conquista diariamente...Carolina

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Bonança

Porque de facto depois da tempestade vem a bonança. Mesmo que dure pouco. Ou que amanhã já chova. Agradeci tanto ter visto este pôr do sol. Porque os momentos são para ser assim...aproveitados com toda a intensidade e com um sorriso nos lábios. Sem medo das tempestades. Nem do amanhã. Nem de Nós mesmos. Soube bem...sentia a falta do amor do Sol...mesmo ele estando lá sempre...
Carolina

domingo, 10 de janeiro de 2016

De volta ao eixo

Hoje o tempo de chuvinha convida à reflexão...well, comigo qualquer tempo é tempo de reflexão! Esta lua nova trouxe-me o renascer de algumas dúvidas, perguntas. É bom por-nos em causa. Sentir o turbilhão a atravessar o nosso caminho. Mesmo de coisas já tão normais, quotidianas, que fazem parte do nosso ser que nem imaginamos viver sem elas. Mas é mesmo aí que reside o perigo. O perigo do conformismo, da zona de conforto. E dei por mim a duvidar da minha capacidade de evoluir mais, de avançar como algumas pessoas estão a fazer, de seguir os mesmos caminhos. Duvidei dos meus limites e pensei que os tinha atingido, que agora não havia mais nada. Isolei-me ao contrário do que costumo fazer. Senti-me sozinha no meio de uma multidão. Até que me obrigaram a parar. Me olharam nos olhos e me deram aquele abraço que muda tudo. É bom ter quem lute por nós, nos contrarie e nos obrigue a ver o que está escondido pela dúvida. Para mim isso é a verdadeira essência da União. É curioso, toda a gente acha que sou uma guerreira porque faço imensas coisas, porque já conquistei isto e aquilo, porque sorrio sempre. Mas eu acho sempre que ainda há tanto para fazer. Que o mundo ainda é pequenino e os meus sonhos tão grandes.
Hoje...sossegada, enquanto o vento sopra lá fora, sou grata por tudo isto. Porque afinal tudo é uma ilusão criada pela dúvida. Eu só tenho de avançar como Eu sinto e não como os outros estão a fazer. Eu só tenho de continuar a ser Melhor que fui ontem e não como os outros estão a ser hoje. E os meus limites...ahahaha... há essa palavra tão traiçoeira. Como me disseram ..sou Rebelde. E sou mesmo rebelde demais para abraçar essa palavra. Para fazer o mesmo que os outros. Hoje retomei o meu projecto. Aquele que é só meu. A minha Vida. E lado a lado com quem conta comigo na sua caminhada, porque sou leal, fiel e infinita. Há um ano e meio...estava em Chicago a dançar a minha salsa favorita na meia noite do meu aniversário com um porto-riquenho simpático. Tudo porque não fiquei em casa. E porque sorri. E porque o Mundo está à minha espera. Todos os dias. Carolina

sábado, 9 de janeiro de 2016

Eu-Mulher

São tempos de mudança estes. De mudar para um Foco maior, para uma segurança e firmeza interior inabalável, para a certeza do caminho, do Eu-Mulher e que este brilho no olhar seja uma constante preciosa da equação da Vida... com igualdade no Amor na Força na Interacção. Carolina

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Sorrisos

Hoje saiu-me uma frase que gostei: um sorriso é uma mensagem da Alma. A minha Alma então adora mandar mensagens, e nem são em código. São bem perceptíveis. Uma por uma. Grata pelos sorrisos de hoje que expressaram bem o que a minha Alma queria contar ao Mundo! Carolina

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

A energia de segunda-feira

Sim é segunda. Sim chove torrencialmente. Sim vai recomeçar tudo. E nada disto é uma tragédia mas sim o processo normal de Vida! Por isso vamos lá minha gente sorrir e encher este dia de energia positiva! Carolina

domingo, 3 de janeiro de 2016

De regresso a casa

Há dias assim...em que se descobre que afinal até gostamos do buraquinho onde nos escondemos durante tanto tempo. Simplesmente agora não é um local de esconderijo mas uma casinha com um jardim maravilhoso e uma porta que se abre sempre que eu quero voltar ao turbilhão do Mundo. Hoje aprendi a amar esta minha casinha, depois de ter aberto todas as janelas, de ter construído um caminho a partir do portão até ao Infinito. É o meu lugar, o meu cantinho. A diferença é que agora sei de cor o mapa que me leva até à minha Vida fora de portas. E o melhor é que sempre me tinha habituado a contentar-me com a pouca luz, o pouco ar, a pouca Vida que chegava ao meu buraquinho. Hoje dou por mim a querer mais Luz, mais Vida, mais Amor, cultivando tudo isso dentro de mim. Hoje dou por mim cansada de viajar no banco de trás, está na altura de ser eu a conduzir por esse mundo fora, com a tatuagem do caminho de regresso à minha casinha bem gravada no peito. Hoje estou cansada de ter de ser eu a dizer Adeus aos que passam. Hoje acabaram os Adeus. E só ficam os Olás! Carolina

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

FELIZ DIA 1!

Não, não vou desejar Feliz Ano Novo. Isso desejei ontem para que se prolongasse por estes 366 dias...agora é tempo de desejar um Bom Dia! Um Bom Dia 1 com tudo a que temos direito: algum sono, algum trabalho para a logística do dia, mas muitaaaaaa alegria, partilha & momentos quentinhos no coração. A responsabilidade aumentou.... Tudo o que desejamos, está escrito nas nossas mãos, pés e sorriso. Por isso vamos lá por a roda da Vida a girar e o caminho espera por nós ansioso por nos ver superar cada etapa. Hoje é a etapa 1...devagarinho mas com foco e muita Vida no coração....vamos desenhar o melhor de nós neste dia. FELIZ DIA 1 meus amigos lindos! Carolina