domingo, 28 de março de 2010

Things will go my way - The Calling

"For all the lies I've tasted
Just looking for the truth
For all the dreams I'm chasing
Well what am I to do
When everything's against me
And the answers are all wrong
I'm hopin' that I find out
It was worth it all along

So hold me now
And say it's not forever
Cause I know someday, in time
Things will go my way"

sábado, 27 de março de 2010

Baywatch - Flashback


Ontem tive um flashback a ouvir o tema de abertura da série "Baywatch"... :)

Ok, a série tinha muitos defeitos e bastantes qualidades ;) mas independentemente disso... marcou uma época e os meus Verões de adolescência/final de adolescência...

E melhor ainda...tive oportunidade há poucos anos de ver uma carrinha dos life-guard, em Santa Monica beach... Nunca pensei estar tão perto assim ;) Há coisas que pensamos impossíveis e quando damos conta, estamos lá :)

Independentemente de tudo... aquele mar, aquele sol, aquela alegria, fez-
me sorrir ao recordar... e faz-me querer agarrar com todas as forças os meus dias de Verão em que o Sol brilha mais alto, deixando a melancolia ir embora com a brisa do fim da tarde ;)
Mikashi

domingo, 21 de março de 2010

"Now we are free" - from "Gladiator OST"

http://www.youtube.com/watch?v=9CppQF_nwn8

"What we do in life, echoes in eternity" - Maximus

"One light burning" - Richie Sambora

"All alone with my fears, no words are spoken
A story yet to be told locked in my mind
Hope is somewhere ahead shining brightly
But the past is always following close behind

See my life going by, each moment I am alive
I keep reaching out, holding on, hoping

Somewhere in my life
There's one light burning
I feel it like my heart beating inside
Somewhere in my life
There's one light burning
Leading the way, leading the way"

sábado, 20 de março de 2010

"Ballad of Youth" - Richie Sambora

"Young hearts better hold on
Beyond the innocence
Your youth is gone
Better look in your mirror
You got nothing to lose
Don't waste your time away
Thinkin' 'bout yesterday's blues"

- Para todos os que têm um young heart, independentemente da idade...

domingo, 14 de março de 2010

Humpty Dumpty


Tenho de parar de construir muros à minha volta e tentar sempre saltá-los como se disso dependesse a minha vida, procurando o que julgo impossível do outro lado desses muros...

Às vezes parece que levo um murro no estômago quando me entusiasmo demais e fico tal qual Humpty Dumpty sentada em cima do meu muro imaginário a desejar outros mundos para fora das minhas fronteiras... E nem caio para o lado de cá nem para o lado de lá... e apenas ganho uma valente dor de estômago...

Nunca fui pessoa de coisas pela metade... e talvez aí resida a grande questão...
há realidades que são menos acutilantes se forem revestidas de alguma capa protectora, não deixando à vista o nosso cerne, protegendo-nos de temporais impiedosos... e há outras às quais não devemos fechar a porta...

Há muita coisa a que tenho de me habituar, principalmente que o mundo não é aquele lugar que eu queria que fosse... Mas nunca fui pessoa de me habituar...


Está talvez na altura de voltar ao lugar onde sou eu que marco o tempo e aí descansar esta "reckless soul" . E quando eu voltar ao meu open field... "I'll do what I have to do"...

Mikashi


(a todos os que tentam consertar o radar deste meu avião meio perdido na sua rota)

sábado, 13 de março de 2010

é díficil

é díficil quando o que habita em nós não encaixa em ténues fronteiras...

é díficil quando multiplicamos algo em vez de somar e acabamos divididos...

é díficil quando queremos fugir mas temos os pés presos a um chão de areias movediças...

é díficil quando queremos o silêncio e apenas temos um ruído ensurdecedor...

é díficil quando se olha para trás e para a frente e sentimo-nos no meio do nada...

é díficil quando algo de novo nasce e dá lugar a uma ferida profunda...

é díficil não conseguir adormecer e acordar daqui a cem anos...

Mikashi

domingo, 7 de março de 2010

"Whatever works"

E chegamos à terceira parte desta trilogia de filosofia matinal... Eia, já entrei também na onda das trilogias :)

Recebi no outro dia um email de alguém que respeito muito ;) com um powerpoint com um parágrafo que me deixou a pensar:

"Se não encontras a tua metade da laranja, procura a metade do limão, põe-lhe açúcar, aguardente, gelo e sê feliz"

Ora bem, numa primeira leitura, pensei: eia, têm toda a razão, se calhar temos tendência a procurar a perfeição e não vemos o que temos ao nosso lado e que nos pode fazer igualmente feliz, apenas com umas pitadas de açúcar... mas depois pensei.... mas andar uma vida toda a pôr açúcar num limão para disfarçar o seu azedume e fingir que é doce como uma laranja... será que isso é o que realmente queremos?

Numa conversa com a minha irmãzinha, ela chegou a uma conclusão que acho que faz todo o sentido... se calhar estamos a ver o cenário de pernas para o ar... Se calhar andamos demasiado ofuscados por limões cheios de açúcar e com um teor alcóolico inebriante que nem vemos que a nossa metade da laranja pode estar bem mais perto do que pensamos...

E isto vem na sequência do filme que vi ontem e que adorei... "Whatever works" do Woody Allen... O que quer que seja que nos faça feliz, desde que dê certo....aproveitem! :)

Mikashi

Filosofando - parte 2

Continuando a onda de filosofia que me invadiu...

Ontem, na sequência do post do "Cuts like a knife" veio-me à ideia uma frase que apontei no meu caderninho que guarda as melhores frases que vou ouvindo. Foi uma frase que tirei de uma série que adorava..uma série do meu tempo :P "Pretender":

"Truth can kill you or set you free"

A verdade pode ser tão acutilante que nos magoe profundamente e nos faça encarar a realidade de uma maneira diferente, tirando-nos a capa que nos protegia do mundo lá fora... mas ao mesmo tempo pode ser libertadora, quando finalmente nos apercebemos do que nos vai cá dentro e do que queremos para a nossa vida... Andar cobertos com uma capa protectora pode-nos fazer feliz por uns tempos mas é com a realidade que temos de viver, por muito que dóia, por muito que nos faça ver que somos mais humanos do que pensávamos ser...
Mas aprender a lidar com o que somos/temos/queremos/sonhamos...não é a isso a que se chama Vida?

Mikashi

"Invictus"

Ontem vi o trailer do filme sobre o presidente Mandela e gostei disto:

"I'm the master of my fate, I'm the captain of my spirit"

Numa altura em que o meu fate e o meu spirit andam enredados numa teia complexa, é bom relembrar que I've got the power... e o rumo deste barco sou eu que o vai decidir, qualquer que seja o estado da ondulação ou a velocidade do vento... e sem ligar ao canto hipnotizante de figuras mitológicas que povoam os mares...desde que eu nunca perca a coragem de seguir em direcção ao horizonte...e espreitar o que se esconde para lá dessa linha ténue, que marca o lugar onde os sonhos são reais...

Mikashi

sábado, 6 de março de 2010

...

"Now it cuts like a knife..."
(BAdams)

segunda-feira, 1 de março de 2010