domingo, 26 de junho de 2016

Só por hoje....sem medo

A vida traz-nos sempre até nós as pessoas certas. Para os desafios, para as dúvidas, para crescermos, para sairmos da zona de conforto. Para deixarmos de ter medo, para ultrapassarmos fronteiras, para nos conhecermos melhor. Para nos esticarmos até ao infinito de nós mesmos. Para batermos com a cabeça na parede e sobreviver. Para sorrirmos e aceitarmos em paz. Para sermos melhores todos os dias, um pouco mais. Para sermos verdadeiros connosco e com eles e não vivermos iludidos na miragem da perfeição. Para estarmos nús de alma e coração, sem medo de perder. Porque nesta vida nada se perde de facto, tudo se transforma em Amor e aprendizagem. Só ficamos para trás se quisermos. Se nos apaixonarmos pela mágoa e pela desilusão, ficaremos presos em nós mesmos. Se descobrirmos a saída do labirinto interior, chegaremos ao centro de nós mesmos. Onde somos Um. Com todos. Por isso, chega de ter medo. De pegar na borracha e apagar a correr o que mexe connosco. É tempo de ler com calma essas entrelinhas, essas palavras que chamam por nós e que estão espartilhadas e afogadas pelo entulho do pó do medo. Vamos lá chamar a nós a coragem que limpa tudo e nos faz brilhar por dentro e por fora. Só por hoje...sem medo! :) Carolina

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Bandeira branca

Às vezes só queremos ser nós próprios mesmo quando o Mundo parece abanar a cabeça. Só queremos dar um abraço a todos os quanto são importantes para nós, sem julgamentos. Só queremos que nos entendam mesmo quando todos os outros falam um língua desconhecida. Só queremos ser simples, num puzzle complexo. Só queremos o Amor num mundo em Guerra. Muitas vezes só queremos o que parece ser o contrário do cenário comum. Mas temos de começar por nós. Enfrentarmos os nossos próprios auto-preconceitos, julgamentos, ouvir-nos com atenção, desarmar a cama do gato dos nossos pensamentos e estender o abraço do Amor para nós mesmos. Tarefa complicada quando a carência, o ciúme, os jogos de poder e o medo formam uma aliança. Mas os Estados Unidos dos Nossos Sentidos têm de ser mais fortes e chamar a presidente do Conselho a nossa Intuição, General-maior das forças do nosso Universo. Que tem como braços-direito, a Aceitação e o Amor Incondicional. E a Coragem como o melhor soldado em campo. Carolina